Portugal  •  Desporto  •  Economia
 Internacional  •  Vida  •  Mais Secções
‹
|
‹
T-
|
T+
Publicado ontem às 11:19
Globo, há 50 anos a criar telenovelas
Lusa
Gabriela (1975)
Foto: DR/Globo
A TV Globo comemora hoje 50 anos e continua a exportar telenovelas com a imagem do Brasil. Um retrato dos costumes brasileiros, da música, do modo de falar, da culinária e do quotidiano do país que entrou pela televisão nas casas de portugueses, mas também de outros países um pouco por todo o mundo.

"Ao exportarmos a nossa novela, levamos a outro país não apenas as tramas, as personagens, mas, em particular, todo o entorno social", afirmou à Lusa Mauro Alencar, professor em teledramaturgia e membro da Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão de Nova Iorque (EMMY).

Mauro Alencar recordou exemplos como a abertura de "O Bem-Amado", com o centro de Salvador e a trilha sonora de Vinícius de Moraes e Toquinho, e "Gabriela" (1975), cuja abertura mostrava as gravuras de Aldemir Martins e a história tinha pratos da culinária da Bahia. Foi a primeira a chegar a Portugal.

Desde 1973, a emissora fundada por Roberto Marinho exportou cerca de 130 títulos para mais de 170 países (incluindo Portugal, Angola, Moçambique e Guiné-Bissau), entre telenovelas, séries, documentários e especiais, segundo a organização.

Artigo Completo|Página1de3
‹ Anterior Seguinte ›
Partilhar
Serviços
Cinemas
|
Farmácias
Tempo
|
Totojogos
Siga-nos
T+
|
T-
Tamanho do texto
Versões:Texto|Mobile|PC
ControlInveste Direitos Reservados
Sites MobileAO|Dinheiro Vivo|DN|JN|TSF|O Jogo|Ocasião
Anuncie|Contactos|Ficha Técnica
Termos e Condições